You are not allowed to view this news

Lighthouse | Artificial Intelligence & Robotics

Automação robótica de processos

KPMG ganha destaque no uso da tecnologia. Sócio comenta as transformações do sistema.

29 de janeiro de 2019
Frank Meylan

A KPMG está entre as três principais prestadoras de serviços na área de Automação Robótica de Processos (RPA), segundo o relatório HFS RPA Services Top 10, publicado pelo HFS Research.

“Esse resultado é o reconhecimento do investimento que temos feito nos últimos quatro anos na formação de profissionais altamente capacitados nessas novas tecnologias. Também reflete o esforço da KPMG de embutir essas tecnologias em todas as linhas de serviço”, comenta o sócio-líder de AI, Cognitive & Customer Experience da KPMG no Brasil, Frank Meylan.

O sócio ressalta a vantagem que a organização tem em integrar sua experiência nos serviços de Audit, Advisory e Tax com a expertise tecnológica. "Conseguimos reunir essas competências, entregando um projeto de robotização completo", afirma Meylan. "Nós não olhamos apenas a tecnologia, mas sim a tecnologia aplicada nas atividades do RH, da contabilidade e um olhar completo sobre manter o compliance, com normas, legislações, aspectos regulatórios, um olhar sobre a parte tributária das empresas. Então, a gente consegue fazer uma automação do backoffice com todas essas competências reunidas de maneira integrada, e isso é um diferencial no mercado. Poucas empresas conseguem entregar um serviço com um olhar tão completo", avalia.

Aplicação da tecnologia

A automação robótica de processos é uma grande tendência atual, e o barateamento da tecnologia tem permitido sua aplicação nas atividades mais comuns das empresas. "A robotização de uma atividade rotineira, transacional, é uma grande oportunidade de aumento de produtividade e de eficiência das empresas. Você ensina o robô, que na verdade é um software, a executar essas transações, que normalmente uma pessoa faria de maneira repetitiva", diz.

Adotar os processos de automação robótica implica uma transformação de cultura dentro da empresa. Meylan explica que a tecnologia demanda, especialmente nas grandes companhias, um centro de especialização em robotização, pois à medida que os robôs se espalham pelas diversas áreas é preciso gerenciar com um processo de governança.

Ele também comenta que os robôs devem ser testados antes de serem colocados em produção, e depois é preciso haver um monitoramento e controle muito preciso da execução das atividades. "Normalmente o robô lida tanto com os sistemas internos quanto com os externos da companhia, e nós sabemos que o sistema sofre alterações diariamente. Se o robô não for treinado para perceber que um sistema mudou, vai gerar erros e trazer prejuízo à empresa”, complementa Frank.

Ele ainda ressalta que há, basicamente, três níveis de inteligência que podem ser aprendidos pelos robôs. O primeiro é a automação da atividade recorrente, quando se implanta o robô dentro da estação de trabalho e ele aprende a agir por repetição; no segundo, o robô desenvolve certa capacidade de tomada de decisões, quando se permite que o robô encontre a melhor solução a partir de uma escala de possibilidades; já o terceiro nível é a implementação da inteligência cognitiva, de modo que o robô aprende como um ser humano faz e passa a tomar decisões a partir desse aprendizado.

Transformação do mercado

No atual contexto de indústria 4.0, com um grande processo de transformação digital, uma das grandes preocupações da sociedade é com relação à possibilidade de perdas de postos de trabalho. Entretanto Meylan se mostra otimista, pois acredita que haverá uma readequação do profissional ao mercado. “Há pesquisadores que acham que esse tipo de revolução é extremamente benéfico, porque você está tirando trabalhadores daquele trabalho chato, sem valor agregado, que não estimula, que não desenvolve o profissional, e desloca esse profissional para outras atividades de muito mais valor – valor para empresa e para ele como profissional”, conclui.

Neste podcast, ele comenta mais sobre o assunto. Confira:

 

 

()