Você não tem permissão para ver essa notícia

Notícias

The future of HR 2019: In the Know or in the No

O que pensam os líderes de RH em relação às transformações da área.

21 de março de 2019

Entre julho e agosto de 2018, a KPMG Global realizou a pesquisa “O futuro do RH” com 1.201 executivos da área, em 64 países, representando 31 setores da Ásia-Pacífico, Europa, América do Norte, Oriente Médio, África e América Latina. Pouco mais da metade representa empresas com número de funcionários igual ou superior a 5 mil e 42% se referem a organizações com receita anual superior a US$ 1 bilhão.

Os resultados mostram a necessidade de o RH apoiar a transformação das organizações e das demais áreas internas, se reciclar e recriar os seus próprios processos e as suas próprias pessoas, segundo explica Patrícia Molino, sócia-líder de People & Change. “Essa transformação tem a ver com a forma como você pode usar as novas tecnologias, tanto para gerir as pessoas, quanto para criar ambientes colaborativos e gerar resultado para o seu cliente.”

A pesquisa apresenta como, na visão dos profissionais de RH, as organizações estão ou não avançando e por que é tão importante pensar na experiência dos empregados, no valor da proposta de trabalho e de marca empregadora.

Ela aborda a integração das novas tecnologias e como a força de trabalho vai mudando diante dos desafios propostos pela transformação digital.

O estudo mostra que apenas 40% dos líderes de Recursos Humanos têm um plano de trabalho de transformação digital implementado, e apenas 37% estão muito seguros sobre a capacidade de modificar a área de RH, apesar de 70% reconhecerem a necessidade de uma transformação da força de trabalho.

Os líderes de RH mais arrojados estão agindo de forma consistente. Não hesitam e apostam na transformação da área para o sucesso dos negócios.

Sendo considerada uma barreira à transformação digital para 41% dos respondentes, a cultura do local de trabalho chama atenção na pesquisa. Dos respondentes, 35% disseram que a cultura em suas organizações está mais orientada para tarefas, em vez de ser inovadora ou experimental.

As deficiências de habilidades, para 51% dos respondentes, e a falta de recursos, para 43%, são as principais barreiras para as áreas de RH em processo de transformação digital alcançarem mudanças mais profundas.

Outra importante revelação é que 42% dos entrevistados concordam que um dos maiores desafios a serem enfrentados nos próximos cinco anos é preparar a força de trabalho para o futuro utilizando inteligência artificial – 60% dos executivos acreditam que a inteligência artificial criará menos postos de trabalho do que aqueles que serão eliminados, exigindo maior qualificação dos colaboradores. 

Clique aqui para ver a pesquisa na íntegra.

Ouça podcast com Patrícia Molino

No podcast a seguir, a sócia-líder de People & Change explica a importância do estudo, as barreiras que podem surgir em decorrência da cultura local, quais as habilidades necessárias para os profissionais do futuro e como a KPMG pode ajudar as empresas nessa jornada para o RH do futuro.

O que os líderes globais pensam sobre o futuro do RH

Os líderes globais ouvidos pela KPMG reafirmam que as pessoas sempre terão um grande papel a desempenhar. E o RH, mais do que qualquer função, é um parceiro humano para os negócios. Afinal, ocupa uma posição singular para fomentar o diálogo e liderar a ação para o modo como o trabalho é construído em um mundo tecnologicamente capaz.

Veja no
vídeo

Para nossos consultores de RH Globais

Disciplinado, fundamental, disruptivo, inovador, adaptativo, analítico, eficiente, diferente, digital, relevante, motivador, dinâmico, desafiador, humano... Essas são apenas algumas das características do RH do futuro, segundo consultores da KPMG das mais diversas localidades do planeta, que foram convidados a definir o futuro do RH.

Veja no
vídeo

Para eles, o futuro do RH será marcado pela entrega de uma experiência personalizada para os empregados. Será mais do que simplesmente atrair ou manter os melhores talentos. Será, entre outras coisas, ter a capacidade de criar a maior quantidade de talentos com as pessoas que se tem, por meio da valorização.

Veja no
vídeo

Nossos consultores de RH falam de sua expertise na função do RH do Futuro

Para eles, o RH está assumindo uma posição mais estratégica e está em um excelente momento para influenciar os negócios e as futuras gerações.

Veja no
vídeo

()