Você não tem permissão para ver essa notícia

Vídeos

ACI Institute comemora 15 anos junto a conselheiros

Confira os principais destaques do evento e assista a depoimentos dos participantes!

12 de setembro de 2019

Quinze anos de ACI Institute! Quinze anos criando conexões em espaços de discussões que promovem a troca de conhecimento e disseminam a importância da governança corporativa.

Foi entre mais de 150 profissionais, membros de conselhos de administração, conselhos fiscais ou comitês de auditoria, que o ACI comemorou esse marco de atuação no Brasil, no dia 28 de agosto, no Trio Pérgola, em São Paulo. E, como não poderia deixar de ser, em meio a muitos debates.

Confira os principais destaques:
 

Abertura

O presidente da KPMG no Brasil e na América do Sul, Charles Krieck, abriu o evento com uma breve retrospectiva dos principais marcos de desenvolvimento relacionados à governança no país e às pesquisas e atuação do ACI no período.

Ele ainda apresentou o CEO Outlook 2019, pesquisa realizada com 2.535 CEOs de 63 países sobre as principais tendências do mercado e seus desafios. "A pesquisa é relevante para este grupo aqui presente. O papel dos conselhos está mudando, e os CEOs precisarão cada vez mais dos conselheiros para executar suas estratégias", afirmou.

ACI em conexão

O líder do Board Leadership Center da KPMG nos Estados Unidos, Dennis Whalen, celebrou o evento com uma apresentação da agenda dos conselhos em 2019 e seus desafios.

Entre os principais destaques, ele abordou a questão da diversidade nos conselhos; o apoio às empresas na criação de valor e no entendimento das opiniões de todos os principais interessados; a necessidade de tornar prioritários temas como a sucessão do CEO e o desenvolvimento de talentos em toda a organização; a avaliação, monitoramento e reforço da cultura como um ativo estratégico e risco crítico; a importância de fomentar as discussões sobre segurança cibernética e privacidade de dados como questões de gerenciamento de riscos; e a reafirmação de que a prevenção a crises e a prontidão da empresa para saná-las são necessárias.

Marcos de governança

O sócio-líder da KPMG e CEO do ACI Institute Brasil, Sidney Ito, apresentou os principais avanços da governança no país, lições aprendidas e os próximos passos. Ito citou marcos importantes a partir de 2000, como a criação dos níveis diferenciados de governança (NM, N1 e N2), a lei SOX para fraudes contábeis; a ICVM 480, que estabelecia a criação dos formulários de referência; a Lei da Transparência; a Lei Anticorrupção, a criação do Código Brasileiro de Governança Corporativa, a ICVM 586 com seu modelo “Pratique ou Explique" e, mais recentemente, a Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGPD).

Ito também apresentou a evolução do conselho fiscal e do comitê de auditoria nos últimos anos e as principais pesquisas e marcos do ACI no período. O sócio da KPMG ainda abordou a necessidade de incluir a segurança cibernética nas discussões dos conselhos, assim como a LGPD. Ele destacou alguns componentes que serão importantes para o maior desenvolvimento de práticas de governança num futuro próximo, como a regulação, o maior ativismo do investidor, a diligência do administrador e a maior atuação dos stakeholders.

Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais

O painel de debates "Disrupção Tecnológica: Riscos Tecnológicos Emergentes, Cyber Security e a LGPD" reuniu o sócio-líder de Cyber Security da KPMG no Brasil, Leandro Marco Antonio; Michael Krajecki, diretor de Emerging Technology Risks da KPMG nos Estados Unidos; e Álvaro Teófilo, chief information Security Officer do Santander.

Eles conversaram, entre outros aspectos, sobre segurança dos dados em nuvem, modelo de responsabilidade compartilhada, os desafios da gestão de riscos do ambiente tecnológico nos Estados Unidos e a Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais no Brasil.

Evolução da governança

Um time de peso, formado pelo presidente da Comissão de Valores Mobiliários (CVM), Marcelo Barbosa, e os ex-presidentes da CVM Marcelo Trindade e Leonardo Pereira, fechou o último painel de debates do evento do ACI.

Eles abordaram as principais práticas que contribuíram para a evolução da governança, com destaque para a criação dos formulários de referência, a Lei Anticorrupção e a ICVM 607 e a 586. Os debatedores também comentaram sobre o rodízio de auditoria e os desafios da governança no Brasil.

Homenagem

Sidney Ito foi homenageado pela B3 por sua atuação à frente do ACI.

No vídeo a seguir, você confere mais sobre o evento e depoimentos de membros de conselhos, do ACI e da KPMG. Assista!

Nenhum ()