Você não tem permissão para ver essa notícia

Mercados Industriais

Como tornar o transporte de carga mais eficiente

Combinação de modais é defendida por executivos do setor automotivo.

4 de novembro de 2019
gaes 5

O transporte de carga no Brasil, feito basicamente por rodovias, precisa ser repensado, com a recuperação da malha ferroviária e a oferta de alternativas por rio ou por mar, segundo executivos da indústria ouvidos no capítulo brasileiro da Global Automotive Executive Survey (GAES), realizada pela KPMG no Brasil junto com a AutoData Editora.

A pesquisa ouviu os executivos sobre a infraestrutura do país. Eles defenderam um sistema multimodal de transporte de carga, o que não significa substituir os caminhões, mas, sim, complementar os percursos com outras alternativas, tornando o processo mais eficiente e reduzindo custos. De acordo com a pesquisa, o instrumento para viabilizar os investimentos em novas opções de transporte são as PPPs – parcerias público-privadas.

O capítulo brasileiro da GAES abordou, também, o custo da mão de obra e a geração de empregos. A indústria considera que as iniciativas tomadas pelo governo não resolvem essas questões. A pesquisa coletou as respostas, via internet, de 256 executivos de diferentes elos da cadeia automotiva e 1.004 consumidores residentes em todas as regiões do Brasil.

Homem de social, cabelo grisalho, olhando para frente
Ricardo Bacellar
Márcio Stéfani

Neste podcast, Ricardo Bacellar, líder do setor Automotivo da KPMG no Brasil, e Márcio Stéfani, diretor da AutoData Editora, detalham os resultados da pesquisa, explicando como o momento atual da economia se refletiu nas respostas dos participantes. Confira:

Nenhum ()