Você não tem permissão para ver essa notícia

Governo e Infraestrutura

Desestatização no Brasil

KPMG reuniu profissionais para debate sobre os programas de desestatização e impactos na infraestrutura.

9 de outubro de 2019
homem palestra para público

No dia 26 de setembro, a KPMG realizou, em sua sede de São Paulo, o evento Programas de Desestatização no Brasil: Os projetos do Governo Federal e dos Governos Estaduais.

Representantes do Programa de Parcerias e Investimentos (PPI), do Ministério da Economia e do BNDES, dos Governos dos Estados de Minas Gerais, Rio Grande do Sul, São Paulo e Piauí participaram do dia de debates.

Charles Krieck, presidente da KPMG no Brasil na América do Sul, abriu o evento. O primeiro painel de debates, Oportunidades e desafios das desestatizações do Governo Federal, foi conduzido pelo sócio-líder de Governo e Infraestrutura da KPMG na América do Sul, Maurício Endo, com a participação de Verônica Sanchez da Cruz Rios, do PPI; Diogo Mac Cord de Faria, do Ministério da Economia; e Lidiane Delesderrier Gonçalves, do BNDES.

No segundo painel, Oportunidades e desafios das desestatizações dos Governos Estaduais, Isadora Cohen, BDM de Governo da KPMG no Brasil, mediou a conversa entre Marco Aurélio Barcelos, do Governo do Estado de Minas Gerais; Artur Lemos Júnior, do Governo do Estado do Rio Grande do Sul; Tarcila Reis Jordão, do Governo do Estado de São Paulo; e Viviane Moura Bezerra, do Governo do Estado de Piauí.

Oportunidades e desafios para o sucesso das privatizações, concessões e PPPs, atração de investimentos privados para os setores de energia, infraestrutura, mobilidade, tecnologia da informação e telecomunicações foram alguns dos temas em pauta no evento.

()