Você não tem permissão para ver essa notícia

Indústrias

Especialista em negócios

André Coutinho, sócio-líder de Clientes e Mercados, fala sobre as estratégias para o atendimento dos diversos setores da economia.

16 de março de 2020
https://kpmgbrasil.com.br/news/5711/os-impactos-da-transformacao-digital-nos-negocios?t=&t=

A KPMG tem um grupo de profissionais dedicado ao acompanhamento dos principais setores da economia. São especialistas focados em novas oportunidades para apoiar os clientes em suas estratégias, em meio a um cenário de transformações tecnológicas.

Os times setoriais concentram-se na área de Clientes e Mercados, liderada por André Coutinho. Nesta entrevista, ele fala sobre as estratégias para atender os diferentes setores, o know-how tecnológico e a inter-relação da área com os serviços de auditoria, impostos e consultoria da KPMG.

Coutinho é o entrevistado de março da série com lideranças da KPMG, publicada uma vez por mês, durante todo o ano. O acesso a cada novo conteúdo também ficará disponível por meio do QR Code no calendário da KPMG, na página do mês correspondente.

Confira a entrevista:

O que é ser especialista para a KPMG?
Ser especialista é ter know-how e abordagens especializadas para cada setor e seus segmentos. Desenvolvemos uma abordagem multidisciplinar, que une tecnologia e especialistas com profunda compreensão do setor de cada cliente. Nesse sentido, nosso foco é antecipar e endereçar as demandas do mercado por meio de produtos e abordagens de negócios que auxiliem nossos clientes a lidar com cada oportunidade e mudança disruptiva que esteja ocorrendo no seu cenário. Ser relevante e possuir conhecimento profundo das particularidades de cada setor é, sem dúvida alguma, um diferencial competitivo.

Qual é a estratégia da KPMG para a atuação em diferentes setores?
Ter um grupo de profissionais dedicado ao conhecimento e acompanhamento dos setores. Treinamentos e trocas de experiência sobre requerimentos nacionais e internacionais, acesso à rede internacional de especialistas e desenvolvimento de conhecimento sobre negócios e setores específicos estão entre as prioridades para que os nossos times setoriais tenham profundidade e propriedade para agir da melhor maneira.

Como essas áreas se convergem aos serviços de Audit, Tax e Advisory?
Nós prestamos serviços de Audit, Tax e Advisory para todos os setores e segmentos. Nossos profissionais reúnem profunda experiência em cada um destes setores, resultado da combinação de conhecimento com a execução prática de projetos nas mais relevantes organizações do mercado. Esse processo de interação constante entre essas áreas faz com que nossos clientes sejam beneficiados com a prestação de serviços muito mais abrangentes, assertivos e totalmente contextualizados e familiarizados com as peculiaridades de cada ambiente de negócio e setor em que o cliente opera.

Quais são os desafios?
Vivemos um momento de inovações e oportunidades nunca vistas. Cada segmento de mercado e cada cliente que servimos estão em transformação, em resposta às novas tecnologias e às forças disruptivas que estão remodelando os negócios. Essas mesmas forças estão impactando o nosso negócio, requerendo de nós capacidades ampliadas de antecipação de tendências, aprendizado contínuo e transformação, serviços e modelos de entrega inovadores, alinhados às novas necessidades dos clientes e ao uso intensivo da tecnologia.

Em muitos casos, esses novos modelos de negócio acabam representando o aumento do que chamamos de “Cross sector”. Muitas vezes, uma empresa se classifica em diversos setores e nós precisamos estar atentos e familiarizados com este novo cenário.

Como será a KPMG do futuro? Mais especialista?
Em mais de 100 anos, a rede KPMG evoluiu e se consolidou a partir dos aprendizados acumulados em sua trajetória ao redor do mundo. Hoje, no entanto, temos feito mais do que aprender com o passado: todos os dias dedicamos nossa energia a aprender sobre o futuro para nos manter relevantes e ajudar nossos clientes na mesma missão.

Estamos respondendo a esse cenário com inovação, alto investimento em tecnologias e inteligência artificial, renovação do portfólio de serviços e dos modelos de entrega, transformação das competências das nossas pessoas, intensificação do foco na qualidade, trabalho integrado entre as nossas especialidades e muita criatividade. Um processo de evolução sem fim que, sob a liderança do Innovation & Enterprise Solutions Committee, é conduzido com velocidade, mas respeitando os limites das curvas de aprendizagem das nossas pessoas, da nossa capacidade operacional e de investimento, do contexto de mercado e do apetite dos clientes por inovação.

Então, a resposta é sim! Seremos ainda mais capacitados e especializados.

Leia também:
Charles Krieck abre série de entrevistas com líderes
Os impactos da transformação digital nos negócios

()