Você não tem permissão para ver essa notícia

Energia e Recursos Naturais

Coronavírus atrasa produção de petróleo na bacia de Santos

Construção da plataforma tinha sido contratada de estaleiros chineses.

30 de março de 2020
Plataforma de petróleo no meio do oceano

A Petrobras prevê atraso de pelo menos um mês na produção do campo de Sépia, no pré-sal da Bacia de Santos. A plataforma, prevista para iniciar a produção em 2021, é uma das cinco contratadas pela estatal a estaleiros da China, epicentro do novo coronavírus.

A crise piorou após a Rússia recusar em diminuir sua produção de petróleo. Alexandre Figueiredo, da KPMG no Brasil, diz, em entrevista, que o baixo preço do barril não deve durar  muito tempo e que países dependentes do petróleo sentiram mais impactos, o que não é o caso do Brasil.

Leia mais:

Coronavírus posterga Sépia em um mês
Brasil Energia - Home - RJ - Online - 09/03/2020

How does the oil price crash impact Brazil’s energy market?
BNAmericas - 09/03/2020

()