Você não tem permissão para ver essa notícia

Iniciativas institucionais

Orgulho LGBTI+ e cidadania em destaque

Confira como foi o último KPMG Live com três participantes especiais.

26 de junho de 2020

Em 28 de junho, é celebrado o Dia Internacional do Orgulho LGBTI+, e a KPMG organizou diversas ações para reforçar essa pauta.

 

A KPMG apoia a bandeira da diversidade e criou o pilar Voices, dentro do Comitê de Inclusão e Diversidade, para promover ações que reforcem a pauta LGBTI+. Para falar mais sobre esse tema, o 25° KPMG Live, realizado em 25 de junho, contou com a participação das convidadas Patrícia Molino, líder do Comitê de Inclusão e Diversidade (CID) e da área de Cultura e Gestão de Mudanças, e Franceli Jodas, sócia-líder do pilar Voices e do segmento de Power&Utilities.

 

Elas destacaram que a causa LGBTI+ é recente, remete à revolta de Stonewall, em 1969. "A OMS reconheceu, em 1981, que a homoafetividade não é uma doença. Tudo é recente numa sociedade conservadora. A questão é levantar o direito da pessoa de ser quem é, e essa causa se conecta com o Comitê de Inclusão e Diversidade", explica Patrícia Molino.

 

A líder do CID conta que cerca de 20% das pessoas em todo o mundo são LGBTI+ e, dessas, 80% não se assumem abertamente. "A gente está deixando de abrir espaço para pessoas que podem agregar bastante em termos de inovação. Essa é uma causa bem forte, que precisa de apoio dos aliados", ressalta.

 

Franceli Jodas reforçou que a KPMG trabalha com talentos e pessoas e, quando se fala dessa pauta, ressalta-se também o respeito ao indivíduo. Ela também destacou o trabalho dos outros pilares do CID: o Know, de apoio à diversidade de gênero, o Ebony, para tratar de questões de raça e etnia, e o Buddies, voltado para pessoas com deficiência.

 

A líder do Voices comentou, ainda, as diversas ações preparadas no mês, como debates em lives, sessões de treinamento de aliados para a causa e vídeos que abordam temas como a importância do acolhimento familiar e, acima de tudo, do respeito.  Ouça mais:

Apoio cidadão

 

A segunda parte do programa contou com a participação de Eliane Momesso, gerente de Cidadania Corporativa da KPMG no Brasil.

 

Ela falou sobre como funcionam as atividades de cidadania da KPMG e uma das principais ações realizadas nesse cenário de pandemia. Com mais pessoas desamparadas, a área encabeçou um importante trabalho para mapear as principais necessidades do momento. Para isso, fez uma pesquisa com 100 ONGs, das quais 41 responderam o que estavam precisando para atender às comunidades em que atuam.

 

A partir daí, a KPMG realizou uma campanha por meio de crowdfunding. Foram arrecadados e revertidos em doações R$ 208 mil com o apoio dos profissionais, além do investimento próprio da KPMG de R$ 360 mil.

 

As doações impactaram mais de 15 mil brasileiros atendidos pelas ONGs. Você vai saber mais dessa história com Eliane Momesso, gerente de Cidadania Corporativa da KPMG no Brasil. Eliane reforçou que cidadania é um compromisso global da KPMG com a sociedade. Ela também explicou as ações probono da KPMG, prestandoconsultoria para entidades que trabalham para apoiar comunidades. Confira:

Ouça, também, o KPMG Live realizado com Lucas Arruda, líder do Ebony e sócio-diretor de Auditoria em Goiânia, e com Franceli Jodas clicando aqui.

()