Você não tem permissão para ver essa notícia

KPMG Digital

Covid-19: Segurança cibernética e privacidade

Quais medidas práticas podem ser tomadas para restaurar a conformidade com a privacidade?

1 de julho de 2020
formas abstratas de fios de luz

Os modelos de negócio passaram por mudanças rápidas para atender à nova realidade imposta pela pandemia de Covid-19. Com medidas emergentes, empresas aceleraram a aprovação de novas tecnologias e processos, deixando para segundo plano o compliance com a privacidade e proteção de dados.

Um desafio relevante para as empresas foi incorporar e aplicar os controles de privacidade no momento em que as dúvidas sobre a pandemia lideravam as preocupações nos negócios. Com o trabalho remoto estabelecido, as organizações começaram a repensar o compliance e as atividades de risco envolvendo informação de dados.

Agora, quais medidas práticas podem ser tomadas para resolver essa deficiência e recuperar o compliance com a privacidade? Como as empresas podem avaliar e sanar as inconformidades relacionadas à área? A KPMG lançou o folder COVID-19: Cyber Security and Privacy - Restaurando a conformidade com a privacidade, com respostas para as principais dúvidas sobre o tema.

O primeiro passo para gerenciar a segurança e a privacidade é a governança. É fundamental garantir que o time de profissionais tenha as ferramentas e tecnologias adequadas para se comunicar e executar as demandas com segurança.

O estudo também destaca a importância da comunicação, de proteger os direitos dos profissionais e clientes, gerenciar terceiros, gerenciar incidentes, monitorar os ativos de informação e trabalhar com o time de segurança e tecnologia.

Saber como prevenir fraudes e golpes é parte essencial desse gerenciamento. Para conhecer todos os detalhes e informações sobre o tema, acesse o folder clicando aqui.

()